Fomos Treinados para sermos Empregados ?

Já parou pra pensar que, desde o ensino fundamental até a universidade, você e eu fomos treinados para sermos empregados?

Vivemos nessa linha de montagem e por isso, nunca fomos estimulados a empreender. Ao contrário, os que se atrevem a sair do quadrado são tachados de lunáticos.

A realidade é que não temos o controle como pensamos ou desejamos ter. A vida, por definição, é um risco desde o primeiro suspiro. Alguém pode morrer porque um avião caiu sobre sua cabeça ou passar por toda uma vida alimentando leões numa jaula e ainda sobreviver.

Jogar o jogo da vida na retranca pode produzir a ilusão de segurança, mas, na realidade, o que de fato proporciona é uma vida limitada e carente de grandes emoções e conquistas.

Ganhar um alto salário fixo numa grande multinacional ou ter um cargo público pode ser considerado um emprego seguro para muita gente, mas, no meio de uma forte crise econômica, como a que estamos passando, por exemplo, empresas inteiras sumiram do mapa, bem como mais de 100 mil funcionários públicos foram demitidos. Mas, e a estabilidade garantida por lei? Ela se dissolve em ambientes extremos, porque as leis mudam e o caos é que passa a dar as cartas.

PERDENDO OPORTUNIDADES

Quando o seu cérebro não é estimulado a empreender, muitas oportunidades passarão em sua frente e você sequer vai abrir a hipótese de aproveitá-las. Elas vão passar despercebidas. Além disso, toda qualificação necessária pra empreender ficará em segundo plano.

Eu, por exemplo, nunca pensei em ser um empresário. Circunstâncias da vida me levaram a algumas oportunidades e eu não hesitei. E se tivesse hesitado? E se não tivesse tido a coragem necessária? Certamente não estaria aqui escrevendo pra você.

Empreender é nadar em pleno oceano. É não estar limitado dentro de um aquário corporativo cheio de peixinhos engravatados. Empreender é ter o desafio diário de provar para o mundo seu valor, a fim de estar apto a caçar seu próprio alimento, em vez de ser alimentado pela ração diária distribuída dentro do galinheiro institucional.

A verdade é que quem se abstém de assumir riscos em troca de garantir sua sobrevivência, para conseguir pagar suas contas no final do mês, diminui sua possibilidade de se machucar, é fato. No entanto, aumenta brutalmente as chances de se lamentar por não ter seguido seu instinto, ter desbravado uma vida de lutas, decepções, porém de grandes conquistas.

DESAFIOS DO EMPREENDEDORISMO

É fato que os desafios para empreender no Brasil são muitos grandes, mas também é fato que a recompensa para os que se tornam bem sucedidos é ainda maior e compensa todos os riscos.

Sabemos que nem todos serão empresários bem sucedidos, mas quantos poderiam ser se não tivessem seguido o fluxo e por consequência, hoje, permanecem abaixo do que o seu potencial seria capaz realizar?

Quantos passam uma vida inteira trabalhando com chefes limitados, porque não têm a coragem e o preparo suficientes para mudar o jogo, justamente porque tiveram medo de sair do quadrado para o qual foram adestrados por toda vida?

Se este é o seu caso, nunca é tarde pra começar a subverter este sistema medíocre.

Comentários no Facebook